Líder e Gestor Coach

Padrão

De acordo pesquisas, mais de 80% das organizações utilizam coaching para desenvolvimento de suas equipes. Entretanto, menos de 5% das organizações têm treinamento formal para seus gestores no uso das mais recentes e atualizadas práticas de coaching. Constatou-se que as habilidades de Coaching e Mentoring  têm se disseminado como algo que gestores “sênior” passam para gestores “intermediários” e estes, por sua vez, para gestores “júnior”. O problema é que os Gestores / Líderes têm  ensinado práticas de coaching desatualizadas, mas você pode ser diferente.

A formação Líder e Gestor Coach do Grupo Academus proporciona a todos os gestores, administradores e líderes as habilidades necessárias e a compreensão de como os modelos de coaching, formal e informal, podem funcionar tanto para eles quanto para o seu pessoal/equipe.

O programa exerce um papel fundamental no desenvolvimento organizacional e na melhoria dos resultados da empresa. Para atingir o faturamento desejado, para a introdução de novos funcionários, para a transição de papéis de liderança, para a promoção de acesso a novos cargos, para a melhoria em grupos alvos, para a aceleração do desenvolvimento dos colaboradores, o coaching é o processo ideal.

Nesta formação, os participantes aprendem as mais recentes e melhores práticas para construção e desenvolvimento de iniciativas de coaching, que geram resultados máximos e duradouros, tanto para os indivíduos como para as organizações. Estas técnicas são exclusivas no Brasil, trazidas em parceria com o Behavioral Coaching Institute, instituição americana de desenvolvimento-científico de referência mundial em processo de Coaching Comportamental aplicado ao meio corporativo.

Quer saber mais sobre o treinamento Líder e Gestor Coach? Entre em contato pelo e-mail, telefone ou Facebook para mais informações.

Melhore sua performance no trabalho com 4 passos simples*

Padrão

Você pode fazer muitas coisas para melhorar sua performance no trabalho, coisas que não ocorrem a muitas pessoas. O que determina o quão bem sucedido você é no trabalho é, em grande parte, sua atitude e o modo como você gasta seu tempo. Aqui estão quatro maneiras simples de melhorar sua performance no trabalho, sobre as quais você nunca deve ter pensado.

  1. Aprenda a gerenciar suas prioridades

Para melhorar sua performance no trabalho, você deve ter a habilidade de estabelecer prioridades e de separar o relevante do irrelevante quando encarar as tarefas do dia. Você também deve possuir senso de urgência, isto é, a habilidade de fazer seu trabalho rapidamente.

Muitos gerentes confirmam que isso é verdade. Eles valorizam muito uma pessoa que sabe estabelecer prioridades e agir rapidamente para terminar o trabalho. Velocidade e responsabilidade para completar o trabalho é um dos traços mais valiosos. Quando seu empregador pode passar um trabalho para você e se retirar, sem ter que se preocupar com aquilo novamente, você estará no caminho certo. Sua subsequente promoção e aumento de salário estão basicamente garantidos.

  1. Desenvolva uma atitude mental positiva

Outra maneira de melhorar sua performance no trabalho é desenvolver uma atitude mental positiva. As pessoas gostam de estar rodeadas de e gostam de promover empregados de que gostam. Todos percebem rapidamente uma atitude persistente e consistente de alegria e otimismo. Quando você faz um esforço para cultivar uma atitude amigável, as pessoas farão esforços extraordinárias para abrir portas para você.

  1. Melhore suas habilidades, procure conhecimento

Melhore sua performance no trabalho com o continuo aperfeiçoamento de habilidades relacionadas ao trabalho e garanta que seus superiores saibam disso. Procure por cursos adicionais que você pode fazer para se desenvolver e discuta esses cursos com seu/sua chefe. Peça a ele/ela para pagar pelos cursos se você passar, mas deixe claro que você os fará de qualquer maneira. Pergunte a seu/sua chefe que livros e programas de áudio você deve ler ou ouvir. O que quer que ele ou ela recomende, aceite. Depois, dê um retorno sobre e peça mais indicações. Você ficará abismado com o quão rápido essa estratégia lhe coloca no foco de quem pode ajudá-lo mais em cada estágio da sua carreira.

Chefes se impressionam com quem está sempre em busca de aprender mais para melhorar seu valor para a empresa. Desenvolver seu conhecimento e habilidades pode realmente acelerar sua carreira.

  1. A importância da personalidade no trabalho

Provavelmente 85% do seus sucesso no mundo do trabalho virá da sua personalidade e da sua habilidade de se comunicar efetivamente com os outros. Isso será determinado por quanto as pessoas gostam de você e respeitam você.

Você pode melhorar muito como outras pessoas percebem você procurando continuamente por maneiras de melhorar a auto-estima de seus colegas durante o trabalho. Um pequeno elogio verdadeiro, regularmente, vai fazer as pessoas gostarem de você e quererem ajudá-lo. Uma pessoa agradável é percebida frequentemente como sendo melhor no que faz do que uma pessoa negativa. Quando você estiver com seus superiores, torne um hábito ouvir com respeito, atenção e interesse.

Quanto mais honestamente e sinceramente você ouvir outra pessoa, mais a outra pessoa gostará de você e confiará em você para lhe dar mais ajuda e responsabilidades. Todos os líderes são ótimos ouvintes. É um método-chave de influência. Se você quer as pessoas do seu lado, pratique perguntar questões interessantes e depois ouvir intensamente as respostas.

* Texto traduzido livremente do original “Improve your performance at work in 4 easy steps”, de Brian Tracy, publicado originalmente aqui

Mind Maps

Padrão

Mind Maps (Mapas Mentais) é uma ferramenta desenvolvida pelo psicólogo inglês Tony Buzan e é utilizada atualmente por mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo. A ferramenta pode ser usada em diversas áreas, de estratégias de negociação ao aprendizado de novas informações. Mas o que, exatamente é um Mapa Mental?

Um Mapa Mental é uma poderosa técnica gráfica que fornece uma chave universal pra destrancar o potencial do cérebro. Ela aproveita toda a gama de habilidades do córtex – palavras, imagens, números, lógica, ritmo, cor e consciência espacial – de maneira única. Fazendo isso, o Mapa Mental dá a você a liberdade de percorrer as infinitas extensões do seu cérebro. Mind Maps podem ser aplicados a todo aspecto da vida onde melhor capacidade de aprendizado e pensamento mais claro vão aumentar a performance humana. (Tony Buzan)

A técnica dos Mind Maps por Tony Buzan, escritor e consultor educacional, como uma forma de organizar os pensamentos de forma visual. Hoje, seu uso se estende pelos mais variados campos de atuação, e seu uso nos negócios é especialmente impressionante. A ferramenta é usada por, pelo menos, 87% das 500 maiores empresas dos Estados Unidos – possibilitou uma economia de 10 milhões de dólares na Boeing Aircraft, somente no primeiro ano de implantação.

No Grupo Academus, você encontra um workshop de qualidade ministrado por especialistas no assunto. O treinamento proporciona aos participantes o aprendizado correto de como criar um Mapa Mental realmente eficaz, de  modo que possam ser realmente utilizados no dia-a-dia pessoal, profissional ou corporativo. Para mais informações, entre em contato pelo e-mail, telefone ou Facebook.

Planejamento Estratégico Pessoal

Padrão

Seu sucesso na vida é determinado em grande parte pela sua habilidade de pensar, planejar, decidir e agir. Quanto mais forte forem a suas habilidades em cada uma destas áreas, mais rapidamente você atingirá suas metas/objetivos e mais feliz você será com a sua vida e sua carreira.

Planejamento Estratégico Pessoal é a ferramenta que conduz você de “onde você está para onde você quer chegar”. A diferença entre as pessoas que usam Planejamento Estratégico Pessoal para organizar suas vidas e carreiras e as que não utilizam, pode ser comparada a fazer uma viagem de avião ou a pé: ambos se moverão de um ponto A para um ponto B, porém a que for de avião (Planejamento Estratégico Pessoal) chegará no objetivo muito mais rapidamente e sem paradas frequentes no percurso.

Quando tratamos de Planejamento Estratégico Pessoal, precisamos falar disso como uma habilidade necessária para atingir os objetivos. Você não nasce com habilidades. Elas são formas sistemáticas de pensar e agir, algo que você pode aprender. Com prática, você pode dominar os diferentes elementos que compõem esta habilidade, e, então, estará adicionando ao seu comportamento o modo de pensar e agir estrategicamente.

Quando você adquire este mecanismo comportamental, você realiza grandes conquistas. Sua vida e sua carreira decolarão e, realmente, apenas o céu será o limite.

Por que planejamento e pensamento estratégico são tão úteis?

A resposta é simples: economizam uma enorme quantidade de tempo e dinheiro. Quando você revisa e analisa questões estratégicas e conceitos “chave” para a sua carreira e/ou negócio, você se descobre focando em questões críticas necessárias à realização de suas metas/objetivos. Ao mesmo tempo, você para de fazer coisas (comportamentos, ações e pensamentos) que o estão afastando de atingir o sucesso. Você faz mais coisas certas e menos coisas que tiram você do caminho de realizar suas metas.

Você estabelece metas de performance. Você se torna habilidoso em medição e acompanhamento de resultados. Você se move em uma via expressa em direção aos resultados desejados, tanto na vida pessoal quanto profissional.

O propósito de um Planejamento Estratégico nas corporações é aumentar o retorno sobre o capital. Capital é definido como o montante atual de dinheiro investido pelos acionistas e o montante de trabalho realizado. Executivos utilizam o Planejamento Estratégico para analisar e reestruturar uma organização para os melhores resultados financeiros possíveis. A meta é uma maior rentabilidade.O Planejamento Estratégico acarreta aumento de vendas, maior participação no mercado, maior rentabilidade, retorno superior sobre o investimento e posição sólida e de destaque no seu mercado.

Suas metas no Planejamento Estratégico Pessoal são similares. A diferença principal é que ao invés do retorno ser em capital financeiro, seus esforços de planejamento permitirão a você ter um grande retorno em energia. Você pode dizer que o Planejamento Estratégico Pessoal gerará um retorno/aumento “de vida”, influenciando em vários aspectos, dentre eles sua carreira.

Metaprogramas e sucesso*

Padrão

Todos os dias, somos bombardeados com informações de todos os lados. A mídia, que já faz parte de nosso cotidiano, é uma fonte inesgotável de mensagens que exigem nossa atenção. Sons, imagens, movimentos, temos de lidar com tudo isso. Essa avalanche é filtrada pelo nosso cérebro, já que seria impossível processarmos tudo. Esse mecanismo de segurança do nosso cérebro é o que chamamos de metaprogramas.

Assim, metaprogramas são os filtros que, insconscientemente, o cérebro aplica na enxurrada de informações que recebemos todos os dias. O objetivo disso é permitir que possamos gerenciar essa informação.

Os metaprogramas afetam diretamente nosso comportamento: direcionam nossa atenção a determinadas mensagens e estabelecem qual será nossa resposta àquela informação. Assim, os metaprogramas moldam nossa forma de pensar e agir, e influenciam na forma como percebemos o mundo.

Categorias de metaprogramas

Proativo/Reativo
Pessoas proativas tomam a iniciativa; pessoas reativas esperam o outro tomar iniciativa.

Aproximação/Afastamento
Pessoas com padrão de aproximação concentram-se nos objetivos e vêem o resultado como motivação; pessoas com padrão de afastamento focam-se nos problemas que devem evitar.

Interno/Externo
Pessoas com padrões internos decidem sozinhas; pessoas com padrões externos precisam de orientação.

Opções/Procedimentos
Pessoas com padrão de opções gostam de ter escolhas e são boas em criar alternativas; pessoas com padrão de procedimento seguem os caminhos conhecidos e preferem etapas fixas.

Geral/Específico
Gerais sentem-se à vontade para lidar com grandes segmentos de informação e são desatentos aos detalhes; específicos atentam aos detalhes e trabalham melhor com pequenos segmentos de informação para entender o grande cenário.

Semelhança/Diferença
Pessoas com padrão de semelhança observam os pontos comuns ao fazerem comparações; pessoas com padrão de diferença observam as discrepâncias.

Conhecer nossos metaprogramas faz com que conheçamos melhor nós mesmos. Admiramos pessoas com facilidade em comunicar-se e que possuem uma performance de sucesso. Essas pessoas acumular a capacidade de convencimento, de engajamento, de envolvimento e de negociação. Todas são qualidades exigidas de uma liderança.

*Texto adaptado da revista Coaching em revista

blog_assinatura

Você está feliz no seu trabalho?

Padrão

70% dos profissionais estão de saco cheio de seus empregos.

Você está feliz no seu trabalho? Se a resposta for não, você faz parte de uma maioria preocupante no Brasil. O IPOM (Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente) fez um estudo com 1340 pessoas em São Paulo e apontou que 7 entre cada 10 profissionais não estão satisfeitos com suas carreiras/empregos e gostariam de trocar de cargo ou mesmo de local de trabalho. Desse total, 68% afirmam que consideram-se capazes de exercer cargos mais valorizados ou bem remunerados, mas se sentem vítimas de chefes injustos e de um sistema empresarial que não reconhece a meritocracia.

A pesquisa também apontou que 65% das pessoas reconhecem não gostar dos empregos que exercem, mas só continuam neles em função de questões financeiras, familiares ou por imposição da sociedade. Ou seja, muito mais que a metade dos entrevistados está infeliz em seus trabalhos.

O que fazer quando você está de saco cheio do seu emprego?

Quem não está satisfeito com o trabalho dificilmente conseguirá ir à luta para conquistar o sucesso. Para ter sucesso, é preciso agir. Pessoas bem sucedidas são caracterizadas pela vontade de realizar projetos para a realização pessoal. Entretanto, para ter ânimo e disposição para isso, planejam-se muito bem e conseguem cumprir suas tarefas por um motivo: gostam do que fazem.

Falamos muito sobre felicidade no ambiente de trabalho. Sim, dinheiro importa – e muito –, mas é necessário um equilíbrio saudável entre a vida profissional e a pessoal. Ao se acomodar em um emprego ruim, com condições ruins, você abre mão da sua saúde mental e física. É comum profissionais que vão engolindo frustrações dia após dia desenvolverem alguma doença que evidencia: algo não está bem.

Você pode aceitar ficar em um emprego ruim enquanto tenta subir na empresa e ganhar uma promoção, não há nada de errado nisso. Porém, você deve sempre estar atento às perspectivas e aos sinais à sua volta: às vezes, você simplesmente não tem para onde ir naquela empresa.

Se não é possível mudar o ambiente, ao detectar barreiras exteriores e não conseguir superá-las, você deve considerar tomar a iniciativa de mudar de empresa. O foco constante deve ser a satisfação profissional e pessoal, e, acredite, ela é possivel!

O Grupo Academus pode ajudá-lo neste objetivo através do Coaching de Carreira e de nossos treinamentos comportamentais. Entre em contato pelo e-mail, telefone ou Facebook para mais informações.

Equipes de alto desenvolvimento e liderança*

Padrão

Quando pensamos em equipes de alto desempenho, vem à mente a imagem de pessoas reunidas em busca de um resultado comum, com total sinergia, compartilhando de um mesmo foco. Mas quais são de fato as características de uma equipe de alta performance? Vejamos:

  1. Pequena quantidade de participantes;
  2. Competências complementares;
  3. Visão, valores e objetivos em comum;
  4. Objetivos claros e específicos;
  5. Consciência de todos no grupo sobre o papel de cada membro;
  6. Tomada de decisão compartilhada;
  7. Responsabilidade mútua.

E os obstáculos para a formação de uma equipe de alto desempenho, quais são?

  1. Fraca liderança;
  2. Metas obscuras e generalizadas;
  3. Papéis e responsabilidades nebulosos;
  4. Lutas e competição internas;
  5. Comunicação distorcida;
  6. Falta de confiança;
  7. Lacunas de competência crítica;
  8. Falta de apoio externo.

Dentre estes obstáculos, a liderança fraca é o que mais afeta a performance de uma equipe. Um grupo sempre se modela e remete a seu líder, logo, se o líder for fraco, a equipe mimetizará este comportamento. Assim, antes de mergulhar em quaisquer outros elementos da equipe de alto desempenho, é preciso falar sobre o líder. Gestores modernos precisam de habilidades excelentes de comunicação e de relacionamento com diversos perfis de colaboradores. Os melhores colaboradores buscam autodesenvolvimento e informação de seu líder. E é aí que entra o coaching. O coaching implica em uma nova forma de gerenciar que permite ao gestor tanto crescimento e desenvolvimento pessoal, quanto possibilidade de geração de crescimento e desenvolvimento para seus colaboradores. Quando os gestores adotam um perfil de coaching, os benefícios para a organização são vários, incluindo:

  • Comprometimento dos colaboradores com a visão da organização;
  • Compromisso dos mesmos com o aprendizado;
  • Rotatividade menor de colaboradores;
  • Valorização de conhecimentos e de habilidades interpessoais;
  • Comunicação aperfeiçoada;
  • Independência dos colaboradores;
  • Mais cooperação;
  • Motivação do pessoal.

Aumentar a performance do líder acarreta em uma série de benefícios para a equipe que ele gerencia. O gestor de sucesso tem colaboradores de sucesso. *Texto adaptado do livro Ser + com Equipes de Alto Desempenho. blog_assinatura